sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ser mãe não é para todas, nem tem que ser!

 Estou postando este excelente texto escrito por Leda Nagle e que, ao meu ver, deveria ser amplamente divulgado, dada sua importância no esclarecimento de que entregar o filho por não poder ou não querer criar não é crime!!!


Ser mãe não é para todas, nem tem que ser!
Rio - Uma coisa que tem me incomodado,cada dia mais, neste nosso tempo, é saber quase todo dia, pelos jornais ou pela TV, que mais uma mãe jogou fora um recém-nascido no lixo, numa lagoa ou na rua. O que é que acontece na cabeça de uma mulher destas? E não venham me dizer que foi por conta da pobreza porque todo mundo conhece um caso de uma mulher pobre que, com toda a dificuldade do mundo, cria ou criou seus filhos a pão, água e amor e nunca os abandonou.

E o que me dizem daquela mulher que buscou ter um filho através da inseminação artificial e depois que nasceram três crianças, ela só quis levar duas para casa? E o que será da terceira criança ou de todas as outras que nascem rejeitadas? Irão para abrigos? Serão adotadas? Vão se adaptar à nova família? Serão devolvidas? Sim, porque há crianças que depois de adotadas são devolvidas, como me contou a juíza da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro, Ivone Ferreira Caetano, sobre um caso recente, de devolução de duas crianças negras. Sabe quantas crianças a juíza Ivone tem recebido por dia, em média, entregues pelas mães que não querem ou não podem criá-las? Duas. Sabia que entregar para adoção não é crime? Abandonar à própria sorte ou jogar no lixo é crime. É crime e dá cadeia, mas é crime maior ainda contra a criança indefesa que, se sobreviver, vai arrastar a rejeição pelo resto da vida, se sentindo parte do
lixo. Todo mundo sabe que ser mãe não é para todas, que tem gente que não tem vocação materna, nem jeito nem generosidade para exercer a maternidade.

Isto não é crime. Mas não é justo colocar uma criança no mundo para abandoná-la. Mas se aconteceu, não precisa jogar no lixo. Pode procurar o Juizado e entregar a criança para adoção. A juíza Ivone diz que até prefere esta situação porque o processo de adoção se torna mais rápido por conta do desejo explícito da mãe e a criança é acolhida por uma mãe desejosa de ter um filho, sem a necessidade de passar por abrigo. Existe um cadastro nacional de crianças para adoção, existem grupos, mais de cem, espalhados pelo País inteiro, que trabalham apoiando pais e mães que querem adotar. Em Niterói tem um deles, que se chama Quintal de Ana, que existe há 16 anos, pronto para ajudar na relação da criança adotada com a nova família, sob o comando de Bárbara Toledo, mãe de filhos biológicos e adotados, que resume bem essa relação: “Filhos biológicos também têm que ser adotados”. É como diz a juíza Ivone, adotar não é
uma ação social, não é escolher um produto numa prateleira, exige afetividade, amor e um útero forte.

Fonte: http://odia.terra.com.br/portal/opiniao/html/2011/5/leda_nagle_ser_mae_nao_e_para_todas_nem_tem_que_ser_167163.html

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Hoje é dia de quê?! DE FESTAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Pois é...hoje é dia de festa!!!

É Dia Nacional da Adoção e embora muita coisa esteja ruim neste sentido, já temos algumas coisas a comemorar!
As conquistas vão vindo, lentamente, como tudo que precisa ser melhorado em nossa sociedade!!!
Hoje podemos comemorar que está aumentando a aceitação por crianças maiores e por grupos de irmãos!
Podemos comemorar que a justiça começa a reconhecer o direito dos homossexuais de adotarem, também!
Parece pouca coisa, mas na verdade são grandes passos!
Há muito o que melhorar, mas não podemos esmorecer! Sou otimista e tenho certeza que a cada ano, nesta data, teremos mais e  mais pequenas conquistas para comemorarmos!!!

E é dia de festa, também, porque é aniversário de alguém muito especial em nossas vidas: nossa amada Taís!!!
Posso dizer até que me sinto premiada por ela ter nascido neste dia devido à formação de nossa família!!!
Eu tenho muito a comemorar porque só foi possível formar minha família através das mãos abençoadas da adoção!!!
Então festejo duas vezes: a data e o aniversário da minha pequena bailarina dos cabelos cacheados!!!

Adoção para mim é vida, é nascimento, é esperança!!!
Através da adoção nascem famílias, morrem abandonos, curam-se feridas do corpo e da alma!!!
Através da adoção podemos exercitar o legítimo amor que temos para dar quando a natureza nos nega algo tão natural: ter um filho!
É a adoção que nos legitima como mãe e pai quando a vida diz 'não'!
Adoção para mim é bênção divina!!!

Filhinha amada, mamãe, papai e os irmãos te amamos muito!!!
Deus abençoe ricamente sua vida, te cubra com bênçãos de saúde e paz!
Que você continue esta menininha linda e alegre, que nos encanta e nos emociona a cada dia!!!
Que vc possa ter sempre a certeza que esta é a única família que Deus reservava para você, porque você é nossa e nós somos seus, de corpo e de alma!!!
Nós te amamos muito, muito, muitão!!!

E com essa carinha linda, deixo um poema que encontrei no blog Um Pouco de Tudo, na data de 02 de outubro de 2007, com o título Poetizando a Adoção!



Título da Poesia: "UM GESTO DE AMOR"Aluna: Daniella Alves de Oliveira Escola: EBM Santa Julia Billiar


Vou contar a minha História
Que iniciou num hospital
Fruto de um carnaval.
Minha mãe lá me deixou
Eu não sei se ela chorou
Pois lá fiquei sozinha
Uma linda menininha
Que a mãe abandonou.

Minha avó soube da história
E lá foi me buscar
Pois eu chorava sem parar
Parece que eu entendia
A cena que eu vivia
E agora posso contar
E já não preciso chorar
Ao lembrar daquele dia.

Minha mãe me rejeitou
Vovó não pode criar
Não podia me alimentar
Devido a sua pobreza
Não tinha nada na mesa
Me jogou no orfanato
Verdadeiro é este tato
Falo isso com certeza.

Um dia uma família
Foi pra me buscar
Os meus olhos ficaram a brilhar
Quando vi que era verdade
Foi grande a ansiedade
Ao ver aquele casal
Acabou um temporal
Com este gesto de amor.

Hoje tenho uma família
Confesso que sou feliz
Me sinto como uma atriz
Nesta novela da vida
Desses pais eu sou querida
Através de uma adoção
A outra mãe eu dei perdão
Pois está arrependida.

Beijos,

Cláudia

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Tirando o pó...

Pessoas amadas,

Estou toda atrapalhada e acaba que esse cantinho fica abandonado...
Cada nova atividade que entra na rotina leva tempo para ser assimilada...rss
Tamiris começou com a aeróbica, quando estava quase tudo adaptado eu comecei a ginástica também.
Parece bobagem, mas cada pequena coisa introduzida na rotina faz um pandemônio! kkk
É meio que como se a gente tivesse que ir espremendo para caber, sabe?!
Pois então, estou nessa fase de 'espremer' as atividades para caber no dia!
Também neste meio tempo criei o blog do aniversário da Tamiris. Nos primeiros dias estava alvoroçada, indo em busca de informações, pesquisando coisas e mais coisas no google. Agora já estou mais tranquila. Vi que vai dar para fazer muita coisa, que muita coisa se encontra pronto ou quase pronto, que tem coisas muito fáceis de fazer...

Bem, como estou aqui, vou contar novis da Taís!
Esta semana tive reunião na escola e foi só elogios! Ela é uma criança amável, sempre disposta a participar das atividades propostas, colaborativa, gosta de responder às perguntas feitas, participa das aulas com entusiasmo e...isso me deixou de boca aberta...ajuda os amiguinhos com a lição!!!
Gente, ela tem 3 (tá, tá...quase 4) anos! A professora disse que ela vai fazendo a lição e se um amiguinho estiver fazendo errado ela fala: 'olha, fulano, não é assim...é assim ó...'  e mostra como se faz certo!
Bem, a professora disse que ela não briga, não discute, é muito amiga e eu já tinha percebido que todas as crianças gostam muito dela, inclusive as do Jardim II!
Sempre quando chegamos ou estamos indo embora é uma gritaria atrás da gente com 'ooooooooi Taííííííísssssssssssss' ou 'tchaaaaaaaaaaaaau Taííííííííííssssssssssssss'. Às vezes estamos lá embaixo e tem crianças gritando ela lá de cima, da calçada...rss
Quando chegamos o pessoal da manhã está saindo, ficam na calçada. Ela já fez amizade com esse pessoal mais velho, também! Amigos dos irmãos e não amigos sempre dão 'oi' para ela! kkk
Bom, eu diria que eles respondem, porque é ela quem desce do carro gritando 'oi'! kkk

As atividades dela estão uma coisa fofa! Teve uma evolução bem grande em um bimestre! No começo as pinturas dela eram apenas risquinhos, os últimos ela já preencheu os desenhos inteiros!
Ela sempre falava que tinha tido matemática e eu achava que era porque os irmãos comentam sobre as matérias, mas ela teve mesmo! kkkk
Uma graça os probleminhas. Tudo em desenho, mas com noções de quantidade!

Ontem ela teve Capela. O pastor mostrou vídeo e fotos de quando esteve na África. Ela pegou duas toalhas de fralda e ficou fazendo as roupas iguais às das africanas, mostrando como dançavam, contando que usavam bastante colares e 'paninhos' (turbantes...rss) na cabeça. Uma graça.
Ela amou a aula, apreendeu todas as informações e reproduziu aqui.
Falava: mãe, essa roupa que eu fiz é branca, mas a das africanas é vermelha, laranja...
Achei demais!!!

Quero ver se no final de semana consigo visitar todos os blogs!

Grande beijo,

Cláudia

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Nosso Dia das Mães!

Meu Dia das Mães foi bem gostoso!
Ganhei rosas vermelhas no café da manhã, a Taís veio deitar comigo para pedir leite...rss (geralmente ela grita da sala que quer leite, mas ontem veio fazer um dengo), ganhei cartões pintados e escritos por ela, ganhei muitos beijos e abraços e um conjunto de prata de anel e brincos com a inicial do meu nome!
Como minha mãe estava em Sampa, fomos até lá dar um beijo nas duas vovós!
Eu fui e voltei dirigindo, o que não é mais novidade!
O dia estava muito agradável, o sol quentinho, o céu azul. Tudo de bom para pegar estrada!
O único inconveniente são os acidentes, não é?! O povo abusa da velocidade e não consegue fazer as curvas. Por muito pouco não presenciamos um...

Bem, esquecemos de levar a câmera para São Paulo e esquecemos de tirar fotos em casa, também. De vez em quando acontece...rss
Como o nosso almoço do Dia das Mães será no próximo domingo, tiro as fotos e posto na próxima semana, afinal de contas todos os dias são dia das mães, não é verdade!!!

Luiza, isso que você falou é verdade! Parece que algumas escolas estão deixando de lado essa comemoração de Dia das Mães como eram feitas antigamente, até porque hoje em dia a diversidade das famílias são muito grandes!
No colégio das crianças não teve comemoração esta semana direcionada às mãs! As crianças pequenas fizeram cartões e cartazes pintados e escritos por elas mesmas e o colégio encaminhou um bilhete dando os parabéns às mães e convidando para um evento de família na próxima sexta, dia 13, com apresentação do coral onde uma das minhas amadas filhas vai cantar e a outra, talvez, vai tocar teclado! rss
Creio que comemoração à família, dissossiada da data Dia das Mães, seja uma proposta bem interessante!

Olha, sem querer ser piegas, recebi esta poesia de autoria de Silvino Neto e deixo aqui, como mais uma homenagem a todas as mães...e prometo que é a última!
Ela fala de mães adotivas, mas na verdade toda mãe, mesmo a biológica, é adotiva porque se não fosse assim ela não criaria seus filhos com o amor e a dedicação que é peculiar às mães!

Mãe adotiva
                                                                                                               Silvino Netto
Para você,
que sonhou ser mãe,
que orou, que clamou,
que rogou
e regou o ventre com lágrimas,
mas nunca sentiu
dentro do ser
a semente nascer,
a criança mexer-se...
Para você,
que não se revoltou contra Deus,
não deixou morrer,
não abortou o amor,
mas se fez mãe...
Para você,
que dilatou o coração para dar vida à criança
e luz ao filho de outra,
que sentiu as dores,
da criança órfã...
Para você,
que amamentou
 a criança faminta de amor,
que aqueceu no colo
a criança fria de calor...
Para você
que embalou,
que cantou,
que fez dormir,
que beijou,
que enxugou lágrimas
e fez sorrir...
Para você,
que educou,
que apontou o caminho,
que tomou a pílula da fertilidade,
que gerou na esterilidade...
Para você,
todas as honras e glórias
da maternidade!

Grande beijo,

Cláudia

sábado, 7 de maio de 2011

Para todas as Mães - Texto de Autoria de Paulo Wanzeller



“ MÃEZINHA ”
 
Paulo Wanzeller/maio/2011
 
Teu coração gerou muito antes do “ser”
O tempo não define a tua espera de mãe
Cuidas e não descuidas desde o primeiro colo
Aguardas sem espelhos; sem reflexos
O teu sentimento é único, a tua felicidade é valorizada e plena
Mãos firmes que embalam o amparo Divino
Nos teus braços, o amor verdadeiro
Tua paciência envolve, acalma, tranquiliza
Destemida, ditas o futuro claro, vivo, digno, pleno de amorosidade
O sentimento materno que não distingue
Acolhes os filhos que cedo despertaram desafiando a sobrevivência
A maternidade que transcende planos biológicos
Nada é mais sublime que o teu amor
 Saneando o desatino
Que suplanta perdas, que transforma, que cria, que enobrece
Líder que acolhe no ventre do amor,
Mãe que prepara o berço com sabedoria,
O mundo não seria o mesmo sem as verdadeiras mães,
Parabéns mamãe de verdade, por seguir a tua essência
Ser A Mãe é isso!
Um significado verdadeiro, sem adjetivações,
Que só cabe em um “sinônimo”
AMOR!
 

PAULO WANZELLER

Tudo Junto e Misturado...

Hoje vou postar tudo junto e misturado...rss

Vou começar pelo Dia das Mães e termino com as fotinhos da Páscoa!

Eu falei ali embaixo sobre o apelo à barriga que as empresas costumam fazer para emocionar o público perto do Dia das Mães e falei que isso me incomoda.
Gentem, não é a barriga que incomoda. Todo mundo nasce de uma barriga! O que incomoda de verdade é ver que algumas empresas associam maternidade à barriga, dizem com seus produtos...as propagandas...que ser mãe é carregar barriga.
Para vcs terem ideia o site UOL, para comemorar o Dia das Mães este ano, fez campanha para que as mamães mandassem fotos de suas barrigas. Com isso eles excluíram de forma arbitrária quem é mãe e não carregou barriga!
E aí deixo uma frase: Nem toda mulher que carrega barriga é mãe! Nem toda mulher que é mãe carregou barriga!
Nunca me incomodou o fato de EU não ter carregado barriga. O que me incomoda é ver que eu sou excluída, sou considerada menos mãe justamente porque eu NÃO CARREGUEI a barriga.
É isso...

Bem, ainda sobre Dia das Mães, quinta-feira as professoras do Ballet fizeram uma homenagem às mamães! As meninas dançaram, depois nos fizeram dançar e nos foi oferecido um poema com uma bailarininha que as cças pintaram. Foi tudo de bom ver minha bailarina dançando tão lindinha!!!

Esperando a preparação...
Se posicionando, mas sempre procurando a mamãe...rss
Posicionada para iniciar a dança!
Com as prôs...


No final de tudo!!!
O poema com a bailarina que ela pintou!
Tem o vídeo dela dançando, mas vou ficar devendo porque não consegui postar. Está dando um erro qualquer!!!

Agora as fotinhos da Páscoa...

Próximo post é sobre a viagem do Tales a Natal!
Para finalizar, desejo a todas as mamães um feliz dia das Mães, com muita saúde, paz e harmonia familiar!!!
A todas as mamães que esperam, confiem que Deus está preparando um lindo presente para vcs!!! A espera é difícil, tudo é muito demorado, mas isso tudo acaba e o dia do encontro com seus filhos chega!!!

Em tempo: criei um novo blog para tratar dos preparativos do aniversário de 15 anos da Tamiris. Para conferir, clique 15 Anos...

bjs

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Homenagem a TODAS as mães!!!

Semana do Dia das Mães!
Todo ano me incomoda muito ver que as propagandas com apelos consumistas vinculam maternidade com gravidez.
Este ano parece que deram uma maneirada naqueles barrigões em tela cheia, com a mão da mamãe acariciando o bebezinho que ainda não nasceu.
Não que elas não mereçam homenagens. Longe disso! O que incomoda, de verdade, é ver maternidade ser vinculada à barriga.
Numa semana que vem depois de outra onde, que se ficou sabendo, 4 bebês foram jogados no lixo ou abandonados por aquelas que os guardaram na barriga, não dá para generalizar mostrando que mãe é quem gera, porque nem sempre é!

Em nome disso tudo, vou deixar aqui a campanha de Dia das Mães que na minha opinião foi a mais ampla, a mais abrangente e a mais linda de todas que já foram veiculadas!

video


Ah, eu não estou ganhando nada da Renner para veicular a campanha.

Beijos,

Cláudia